𝗗𝗜𝗔 𝗠𝗨𝗡𝗗𝗜𝗔𝗟 𝗗𝗢𝗦 𝗢𝗖𝗘𝗔𝗡𝗢𝗦
VALORIZAR A NOSSA COSTA ATLÂNTICA

Apostar no turismo sustentável, promover a praia do osso da baleia e abrir nova frente de praia
Hoje assinala-se o 𝐷𝑖𝑎 𝑀𝑢𝑛𝑑𝑖𝑎𝑙 𝑑𝑜𝑠 𝑂𝑐𝑒𝑎𝑛𝑜𝑠, aprovado pela Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas de 15 de dezembro de 2008, sendo uma boa oportunidade para salientarmos a importância de valorizarmos a nossa costa Atlântica.
Em Pombal fomos brindados com o privilégio de ter um concelho com um rico património natural que se estende da serra, passando pelos rios até ao mar.
Estas riquezas naturais tornam o nosso concelho único na região e no país que se deve afirmar no contexto da promoção do turismo de natureza e sustentável, assim como, na preservação da biodiversidade e das característica naturais destes vários espaços que devem ser usufruídos pela população que hoje vai assumindo uma consciencialização ecológica cada vez mais significativa.
Na nossa costa atlântica, Pombal enquadra-se no primeiro Sítio de Importância Comunitária Marinha: o Sítio Maceda- Praia da Vieira. Integrada na Rede Natura 2000, esta medida foi aprovada em 2019 em Conselho de Ministros, para a conservação de habitats marinhos, bem como, de cetáceos como o Boto e o Roaz, que cada vez mais são avistados nas nossas águas.
Pombal é hoje conhecido pela apaixonante Praia do Osso da Baleia que fica na freguesia do Carriço, é considerada uma Praia dourada, recebeu este ano o galardão bandeira azul, praia acessível a todas as pessoas e foi reconhecida pela Quercus com o galardão qualidade de ouro pela água balnear excelente.
Esta Praia tem sido alvo de várias intervenções de melhoria ao longo dos anos que têm beneficiado este espaço, estando neste momento a decorrer uma importante intervenção na melhoria do parque de estacionamento e na requalificação do Parque de Merendas.
Para futuro, para além da constante promoção e valorização do Osso da Baleia, assim como, da recuperação e dinamização dos trilhos existentes na Mata Nacional do Urso, pretendemos dar a conhecer uma nova frente balnear com a Praia do Urso que se situa na União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca.
Esta é uma Praia 100% natural e todas as intervenções que forem feitas devem respeitar estas suas características que a tornam tão mágica e especial. Ainda, e de modo a fomentar a preservação e valorização das várias espécies autóctones, onde se inclui a célebre camarinha (𝐶𝑜𝑟𝑒𝑚𝑎 𝑎𝑙𝑏𝑢𝑚), será considerado o controlo de vegetação exótica e invasora, nomeadamente, acácias (𝐴𝑐𝑎𝑐𝑖𝑎 𝑠𝑝.) e chorão-das-praias (𝐶𝑎𝑟𝑝𝑜𝑏𝑟𝑜𝑡𝑢𝑠 𝑒𝑑𝑢𝑙𝑖𝑠).
Com esta nova frente de praia, o concelho vai ganhar um novo atrativo que vai permitir que se assuma como uma referência na promoção do turismo da natureza e sustentável que será uma aposta consistente nos próximos anos.

Partilhar artigo!